2.3.17

Resenha #x: Histórias Envenenadas (vol. 02)

Autor: Amanda S. Lopes, Andy Azous, Carla Witch Princess, Danilo Pelloso, Douglas Ostruka, Eddy Khaos, Karen Alvares, Lucas Arienti, Lucas Janini, LASlusarki, Marcela Stéphanie, Matheus Gaudard, Patrícia Guimarães, Raphael Redfield
Editora: Andross
Páginas: 96
Ano: 2012
Sinopse: No livro "A Psicanálise dos Contos de Fadas", o psicólogo Bruno Bettelheim afirma que "ao contrário do que acontece em muitas histórias infantis modernas, nos contos de fadas o mal é tão presente quanto a virtude". E ele está certo, pois muitos não sabem que esse tipo de história foi concebido como entretenimento para adultos. Também não imaginam que, em sua forma original, traziam adultério, incesto, canibalismo e mortes hediondas. Mas não adiantou nada os irmãos Grimm e Charles Perrolt suavizarem essas atrocidades e acrescentado lições de moral em seus escritos, pois, no segundo volume de "Histórias Envenenadas", escritores contemporâneos resgataram todo horror original em releituras de histórias tradicionais ou novos enredos.


Nota: 2/5
Resenha:
A ideia dessa seleção de contos (volume um e dois) é excelente: reescrever os contos de fada como contos macabros e assustadores. Então você imagina: aquelas histórias que nós já conhecemos (João e Maria, Bela Adormecida, Branca de Neve, etc) sendo puxadas pro terror. 
Na verdade há quem diga que os contos de fada antes eram bem macabros, cheios de drogas, assassinatos, pedofilia e etc, mas que com o passar do tempo eles foram ficando mais infantis e tomaram a forma que conhecemos hoje em dia. Inclusive acho que a questão dessa proposta seja retomar um pouco esse espírito, entende?
De uma forma geral eu gosto bastante dessa releitura de histórias bem conhecidas, mesmo que seja em forma de filmes, como tem acontecido bastante. Então, guiada pela curiosidade eu pedi o primeiro volume emprestado pra uma amiga... E cara, muito bom. É claro que eu não gostei de alguns contos e coisa e tal, mas é impossível gostar de todos os contos e autores. De uma forma geral a minha experiência foi bem positiva.
Então, depois de ler (e amar) o volume um eu fui correndo comprar o dois, imaginando que os contos selecionados pela editora seriam da mesma qualidade. Que decepção...Eu não poderia estar mais enganada! 
Quanto falta pra esse livro terminar mesmo?
Posso estar sendo má de dizer isso, mas os contos me lembraram histórias que eu escrevia com 15 anos, pois a escrita não é tão fluida e o vocabulário é repetitivo. Até tramas dos contos foram repetitivas e iguais.
Foi extremamente maçante, de verdade. Tão maçante que eu nem sequer tenho vontade de escrever uma resenha conto por conto. Pretendia fazer isso, de verdade, mas não vai dar certo.
Amigo, assim eu não posso te defender.
Recomendo que leiam o volume Um, mas passem correndo pelo volume Dois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficamos muito felizes com seu comentário :)